202018set

Mamografia – o que é afinal? MITOS e VERDADES

Quanto mais cedo o câncer for descoberto, maiores as chances de cura.

A mamografia consegue detectar lesões muito pequenas, muito antes de conseguirmos palpar.

Mamografia de rotina a partir de 40 anos é obrigação !!

O que é Mamografia afinal?

A mamografia é um exame de imagem , como se fosse um Raio-X,  feito na região das mamas, que permite detectar alterações ainda no estágio subclínico, ou seja, que ainda não é palpável.

É, ainda, o melhor método que dispomos para o diagnóstico precoce do câncer de mama.

Como é feita a mamografia?

É um exame feito de ambulatório. A paciente posiciona-se de pé, próximo ao equipamento que pressionará as mamas. As mamas serão comprimidas uma a uma, nas posições vertical e horizontal. Durante o procedimento, a paciente deve permanecer imóvel para se obter uma boa imagem.

A compressão das mamas é necessária  para que todo o tecido mamário possa ser visualizado, ficando mais nítida a imagem.

O exame dói? 

É um exame desconfortável, algumas pacientes sentem mais dor, outras menos, depende muito da sensibilidade de cada paciente,  mas é um exame rápido, a compressão das mamas para cada incidência leva apenas alguns segundos.

Tente se programar para fazer o exame uns 10 dias após a menstruação, que é o período que as mamas costumam ser menos doloridas e sensíveis.

MITOS

  • A mamografia não causa câncer de tireóide, isso já foi estabelecido pela Sociedade Brasileira de Radiologia. Verdade: a mamografia usa raio-X porém o seu risco é mínimo quando comparado aos benefícios que o exame oferece.
  • Nem todo exame alterado em mamografia significa câncer. Em torno de 80% das alterações encontradas em exames de mama são alterações benignas, desde cistos a nódulos.
  • Se não há histórico familiar de câncer, não a risco de câncer de mama. Verdade: somente 25% dos casos de câncer são em pacientes com histórico familiar. 75% dos casos acontecem de forma esporádica, sem relação familiar.